Sun. May 26th, 2024

Oleksandr Pavlyuk, comandante das forças terrestres da Ucrânia, disse que a batalha de 26 meses contra a Rússia estava prestes a entrar numa fase crítica. Ele expressou a sua esperança a este respeito e disse que este importante passo terá início nos próximos dois meses. Ele disse essas coisas em entrevista publicada ontem, sexta-feira. Os comentários de Pavlyuk surgem num momento em que a Rússia tenta aproveitar o atraso da comunidade internacional na entrega de armas à Ucrânia como uma oportunidade.

“A Rússia sabe que se conseguirmos armas suficientes num mês ou dois, a situação irá virar-se contra eles”, disse Pavlyuk à revista The Economist.

As entregas de armas dos EUA à Ucrânia diminuíram durante meses. Um pacote de ajuda proposto pelo presidente dos EUA, Joe Biden, também foi paralisado pela aprovação do Congresso. O pacote de ajuda foi aprovado no mês passado.

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelenskyy, disse na sexta-feira que o fornecimento de armas importantes à Ucrânia no futuro precisa ser pontual.

Numa entrevista ao The Economist, Pavlyuk disse acreditar que a Ucrânia precisa de mais equipamento de defesa aérea. Seu arsenal será enriquecido se conseguirem o suprimento desejado de caças F-16.

Pavlyuk também acredita que a Rússia está a testar as capacidades do país (Ucrânia) antes de decidir sobre as medidas apropriadas contra ele.

A entrevista de Pavliuk ocorre antes da ofensiva russa de sexta-feira na região nordeste de Kharkiv.

By NAIS

THE NAIS IS OFFICIAL EDITOR ON NAIS NEWS

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *