Tue. Feb 27th, 2024

Mais de duas dúzias de manifestantes pró-palestinos foram presos na manhã de quarta-feira depois de bloquearem o tráfego em direção ao Aeroporto Internacional Kennedy, na cidade de Nova York, durante uma das semanas de viagens mais movimentadas do ano, de acordo com o Departamento de Polícia da Autoridade Portuária.

No total, 26 pessoas foram presas sob a acusação de conduta desordeira e impedimento ao tráfego de veículos, segundo comunicado da polícia.

A polícia respondeu pela primeira vez aos relatos de atividades de protesto fora do aeroporto, ao longo da via expressa Van Wyck, por volta das 11h30, segundo as autoridades, e a estrada foi liberada 20 minutos depois. A Autoridade Portuária enviou dois ônibus do aeroporto para oferecer caronas aos viajantes afetados pelo reforço, segundo a polícia.

Durante a manifestação, os manifestantes deram-se as mãos, formando uma fila que se estendia pela auto-estrada, e carregavam faixas com mensagens que incluíam “Desinvestir no Genocídio”, “Deixe Gaza Viver” e “Direito ao Retorno”. Atrás deles, o tráfego intenso se estendia até onde a vista alcançava pelas três faixas.

Cerca de uma hora depois e 4.000 quilômetros a oeste, manifestantes pró-palestinos bloquearam o tráfego na West Century Boulevard, perto da entrada do Aeroporto Internacional de Los Angeles. Trinta e cinco pessoas foram presas, segundo a polícia, a maioria delas sob acusação de tumultos.

No meio da manhã, as equipes estavam removendo os destroços que os manifestantes haviam colocado na estrada.

Desde que a guerra Israel-Hamas eclodiu em Outubro, tem havido protestos quase diários em todos os Estados Unidos, incluindo em campi universitários, na base da Estátua da Liberdade e no Grand Central Terminal e noutros locais da cidade de Nova Iorque. Em protestos separados no início deste mês, os manifestantes bloquearam carros perto do aeroporto de Los Angeles e na autoestrada 110, congestionando o trânsito no centro da cidade.

Apenas alguns dias antes dos protestos de quarta-feira em Nova Iorque e Los Angeles, activistas pró-Palestina organizaram uma manifestação semelhante em Chicago. Uma caravana multicarros liderada pela Rede da Comunidade Palestina dos EUA bloqueou estradas que levam ao Aeroporto Internacional O’Hare, de acordo com reportagens da imprensa.

Kevin Yamamura relatórios contribuídos.

By NAIS

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *