Sat. Jun 15th, 2024

Robert A. Iger, presidente-executivo da Disney, e o conselho de 12 membros da empresa responderam aos insurgentes como os Vingadores lutando contra Thanos – isto é, com uma força surpreendente. Eles dizem que um plano de recuperação de 13 meses foi implementado e apontam para melhorias drásticas nas finanças, uma nova estratégia para a ESPN na era do streaming e uma redução nos estúdios da Marvel para melhorar a qualidade do filme, entre outras iniciativas. Sim, as ações da Disney caíram em relação a três anos atrás, mas subiram em relação aos US$ 81 de seis meses atrás.

Os executivos da Disney afirmam que a campanha de Peltz está enraizada na vingança. Ele é apoiado por Ike Perlmutter, o descontente ex-presidente da Marvel Entertainment, e alinhado com Jay Rasulo, um ex-executivo da Disney que foi preterido para o cargo mais importante em 2015 e renunciou. Elon Musk, que tem criticado Iger desde novembro, quando a Disney e outras grandes empresas interromperam os gastos com X, aplaudiu Peltz.

A princípio, a Disney parecia preparada para derrotar facilmente Peltz. Um desfile de acionistas proeminentes (George Lucas, Laurene Powell Jobs), titãs dos negócios (Jamie Dimon), analistas (Guggenheim, Macquarie), consultores de acionistas (Glass Lewis, ValueEdge) e membros da família Disney (Abigail E. Disney) desaconselharam doar O Sr. Peltz tem assento no conselho da empresa.

Mas evoluiu para uma disputa muito mais acirrada. Há duas semanas, uma influente firma de procuração, a ISS, ficou parcialmente do lado de Peltz, recomendando que os acionistas o elegessem para o conselho e desaconselhando a adição de Rasulo. A ISS citou amplamente o fracassado planejamento de sucessão da Disney. Na terça-feira, Peltz ganhou o apoio da Egan-Jones, outra empresa de consultoria.

Até a ISS intervir, “eu tinha quase certeza de que Peltz estava meio maluco”, disse Michael Levin, um investidor ativista independente e consultor que supervisiona o site Activist Investor. Levin estimou que a recomendação da ISS poderia influenciar de 5% a 10% dos votos da Disney, com acionistas institucionais como Vanguard e BlackRock provavelmente prestando muita atenção.

Source link

By NAIS

THE NAIS IS OFFICIAL EDITOR ON NAIS NEWS

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *