Mon. May 27th, 2024

O caso movido pela procuradora-geral de Nova Iorque, Letitia James, contra a National Rifle Association pretendia mostrar como esta utilizava donativos de proprietários de armas em todo o país para pagar luxos e viagens exóticas aos seus executivos.

O seu líder, Wayne LaPierre, foi o rosto de uma resistência obstinada às regulamentações sobre armas de fogo. Ele defendeu os direitos irrestritos da Segunda Emenda e a autossuficiência proporcionada pelo poder de fogo. Nos bastidores, porém, LaPierre gostava da vida boa, gastando o dinheiro do grupo em luxos como férias nas Bahamas.

Mas essas viagens estavam longe de ser as despesas mais extravagantes ou extravagantes. Aqui estão alguns dos casos mais notáveis ​​de gastos indevidos pelos quais ele foi considerado responsável na sexta-feira, de acordo com evidências e depoimentos.

ROUPAS: Entre 2004 e 2017, o Sr. LaPierre gastou quase US$ 275 mil em ternos de uma boutique de luxo de Beverly Hills, Zegna. LaPierre disse que os comprou por recomendação de um empreiteiro da NRA que “odiava minhas roupas”. LaPierre argumentou que os ternos eram apenas “fantasias que usei na TV”, embora extremamente caras.

COMIDA ITALIANALaPierre testemunhou que não bebia e não fumava, mas certamente sabia como pagar uma conta: Durante 15 dias em junho de 2016, a NRA gastou US$ 5.398,18 no Landini Brothers Restaurant, comumente referido como Landini’s pelo réus, um restaurante italiano em Alexandria, Virgínia. Apesar disso, o Sr. LaPierre aparentemente não se divertiu muito. “Eu odiava aquele bar de charutos”, disse ele.

VIAGEM: LaPierre gastou quase US$ 250 mil em voos ao redor do mundo, incluindo Itália, Budapeste, Bahamas e a maior pequena cidade do mundo: Reno, Nevada. Suas férias pagas pela NRA também pareciam exuberantes. Ele gastou US$ 107.620 em férias nas Bahamas em 2016, onde se hospedou em um super iate que tinha chef pessoal e embarcação pessoal.

PRESENTES: O Sr. LaPierre foi generoso, cobrando da organização uma série de presentes caros, incluindo uma bolsa de US$ 1.260 e US$ 860 em castiçais da Bergdorf Goodman. Também havia equipamentos de ginástica, incluindo cerca de US$ 400 em Fitbits para amigos e familiares.

CONTROLE DE INSETOS: Depois de perceber que sua equipe de segurança estava sendo comida viva, o Sr. LaPierre gastou US$ 810 em um pacote de controle de mosquitos para sua casa em 2017. “O pessoal da segurança ficava lá a noite toda”, disse ele.

Source link

By NAIS

THE NAIS IS OFFICIAL EDITOR ON NAIS NEWS

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *