Tue. Feb 27th, 2024

McMahon, 78 anos, é a figura mais influente na história do wrestling profissional. Ele não é apenas o cofundador, com sua esposa, Linda, da empresa que se tornaria a WWE, ou um mero executivo corporativo. Ele é o maior responsável por transformar a luta livre de um sonolento produto de entretenimento regional em um espetáculo televisionado globalmente.

Ele também apareceu no ringue por décadas e é tão conhecido como lutadores como “The Rock” e “Stone Cold” Steve Austin. Na década de 1990, ele adotou um alter ego arrogante e ditatorial no ringue que gritava com os lutadores e era a atração principal em eventos pay-per-view. Já nesta década, o Sr. McMahon manteve o controle sobre a direção criativa da WWE.

Durante quase o mesmo tempo, porém, McMahon enfrentou acusações de má conduta sexual, que negou repetidamente publicamente. Em 1992, por exemplo, Rita Chatterton, que havia sido árbitra de luta livre, disse no talk show “Geraldo” que o Sr. McMahon a estuprou em 1986. (O Sr. McMahon e a Sra. Chatterton chegaram a um acordo em 2022, de acordo com Jornal de Wall Street.)

A WWE, por sua vez, fez do tratamento sexualizado das mulheres uma parte essencial de sua marca. Em 2003, a empresa iniciou o “WWE Diva Search”, uma competição para encontrar artistas femininas que às vezes lutavam. A aparência física e os tops decotados eram uma parte explícita do apelo. McMahon também filmou promoções fictícias com sua filha na vida real, Stephanie McMahon, uma lutadora e executiva de longa data da WWE, nas quais a personagem da Sra.

“Toda vez que eu saía para jantar com um de seus sócios de negócios, eu tinha 17 anos, você não acha que eles me contaram o que você prometeu a eles que eu faria”, perguntou McMahon a ele em uma das promoções, que foi ao ar na televisão durante os jogos.

By NAIS

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *